S DEPOIS DE B, EM REGRA, NÃO TEM SOM DE Z   (18/05/2013)
Comunicação
Por: João de Freitas Pereira

Freqüentemente, ouvimos na mídia a pronúncia errada de palavras como "subsídio", "subsistência", "subsistir" e outras com b mudo.

Cabe aí observar que,

embora após vogal, o “s” sempre tenha o som de “z”, devendo ser duplicado para ter seu próprio som (caso = ca.zo; casso = ca.so),

APÓS CONSOANTE, o seu som é "s" mesmo, como em "sapo": absoluto, subsolo; subsídio (é errado dizer sub.zí.diu ou su.bi.zí.diu). O correto é "sub.sí.diu".

Exceção: Um erro foi consagrado e oficializado em “obséquio” (pronuncia-se "ob.zé.quiu", sendo este o único caso em que o “s” tem som de “z” após “b”).

Quanto aos outros casos, podemos conferir no dicionário Aurélio e ver que lá está definida a pronuncia correta, que não é som de "z", mas de "s" mesmo.

É, pois, errado dizer “sub.zis.tír” e "sub.zí.diu". O correto é "sub.sis.tir" e "sub.sí.diu".
   


 



1198 exibições


Avalicações
Excelente: 1
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

4 usuário(s) online