REDE GLOBO CONTINUA A FAZER A CABEÇA DO POVO MESMO DEPOIS... -- 20/07/2003   (07/07/2016)
Direito
Por: João de Freitas Pereira

REDE GLOBO CONTINUA A FAZER A CABEÇA DO POVO MESMO DEPOIS... -- 20/07/2003

 

A REDE GLOBO CONTINUA A FAZER A CABEÇA DO POVO MESMO DEPOIS DA CONSTATAÇÃO DO RELATOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA. A reforma, segundo o relator, é mais prejudicial ao Estado se feita nos moldes propostos. 

O Jornal Nacional afirma: 

”Com a reforma da Previdência, o governo federal espera que os estados tenham uma economia de cerca de R$ 30 bilhões nos próximos 20 anos. Isso evitaria um colapso das finanças estaduais. 
Um levantamento do governo mostra que o desequilíbrio na contas de aposentadorias e pensões de servidores públicos estaduais é evidente na maior parte do país". (Jornal Nacional, 18/07/2003) 

Mas o próprio Relator da Reforma, deputado José Pimentel (PT-CE), afirma o contrário: 

"BRASÍLIA - A proposta de manutenção da aposentadoria integral para os futuros servidores públicos pode ser mais vantajosa financeiramente para os governos estaduais do que a criação do regime de previdência complementar. A garantia de uma contribuição de 11% do funcionário público por pelo menos 35 anos, além da economia de mais 11% referente à participação do estado no fundo de pensão, pode representar uma poupança equivalente a 24,5 anos de pagamento de aposentadoria integral tempo superior à expectativa de sobrevida de uma pessoa aos 65 anos de idade. Esses foram os números apresentados pelo relator da reforma da Previdência, deputado José Pimentel (PT-CE), aos cinco governadores que representam as cinco regiões do País

De acordo com os dados, pelas exigências que se fariam ao futuro servidor para ter direito à integralidade, como a idade mínima, ele é quem não teria incentivo a manter esse privilégio. Contribuindo para um fundo de pensão, por exemplo, o servidor pode chegar ao final de 35 anos com direito a receber um benefício muito maior do que o seu salário de contribuição, dependendo da rentabilidade do fundo. 

Se o rendimento real for de 10% ao ano, por exemplo, o fundo garantiria uma poupança igual a 59 anos de salário médio
. Com 6% ao ano, a capitalização já se reduz aos 24,5 anos da mesma renda. APENAS PELA INCERTEZA DO FUNDO, PORTANTO, A APOSENTADORIA INTEGRAL SEGUE SENDO VANTAJOSA". (Estado de Minas, 16/07/2003). 

Nenhum servidor acredita em fundo de pensão, devido às fraudes que são abundantes nesse meio. Não fosse isso, um fundo seria mais rentável. Como o próprio relator analisa, os termos propostos tendem a prejudicar o Estado ao invés de levar ao equilíbrio das contas previdenciária. Todavia, os veículos de propaganda governista ficam alheios a essa constatação. Como poucas pessoas podem comprar jornal todos os dias, e poucas têm internet, a má informação, veiculada pela TV, alcança muito mais gente. 
 



314 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

3 usuário(s) online