POR QUE SE COMPLICA A PREVIDÊNCIA DO SERVIÇO PÚBLICO -- 26/02/2003   (07/07/2016)
Direito
Por: João de Freitas Pereira

POR QUE SE COMPLICA A PREVIDÊNCIA DO SERVIÇO PÚBLICO -- 26/02/2003

 

Para conseguir o apoio na privatização da Previdência, jogando a responsabilidade sobre os servidores públicos, há muitos meios, entre eles prometer alguma coisa ao povo em troca. Os funcionários somos responsabilizados pelas irresponsabilidades governamentais. Sucateia-se o serviço público, incapacitando os servidores de prestarem o bom serviço e cobra-se deles pelos resultados. 

PALOCCI LIGA JUROS A REFORMAS: A redução da taxa de juros e a mudança da política econômica definida pela meta de superávit fiscal (economia de gastos do governo) estão condicionadas à aprovação das reformas previdenciária e tributária e ao crescimento das exportações”, foi a notícia de hoje: Estado de Minas, 26/02/2003). 

Esta é a grande jogada. Prometendo redução dos juros, o povo estará dando todo apoio à Reforma da Previdência. 

Não podemos negar que o número de aposentados e pensionista está ficando maior do que o de funcionários ativos, o que torna impossível custear aposentadoria só com descontos sobre os vencimentos de quem trabalha. Mas, acaso somos os servidores culpados disso? Se durante toda nossa carreira contribuímos com um valor que, não desviado, será mais do que suficiente para pagar nossa aposentadoria integral pelo resto da vida, temos nós que perder aquilo por que pagamos? 

O que tem ocorrido é que, nos últimos anos, a política de desmantelamento do serviço público vem reduzindo gravemente o número de servidores. Enquanto a população cresce, demandando mais pessoas para um bom atendimento, a proporção de servidores públicos decresce, o que inevitavelmente vai tornando o serviço cada vez pior. E os que vão ficando, sobrecarregados, não conseguem prestar um serviço de qualidade. E, como não podem matar os aposentados, que em boa parte não são substituídos em seus postos, os gastos com inativos têm que ficar grandes em relação aos ativos. Sou Oficial de Justiça do TRT de Minas Gerais. O último concurso realizado para o cargo foi em 1996. Sua validade acabou em 2000. Depois disso, muitos oficiais se aposentaram. As ações trabalhistas só aumentam, porque a população cresce, mas o número de servidores, em decorrência de aposentadorias, decresce. Como iremos prestar bons serviços daqui a alguns anos? Com certeza a população irá reclamar mais do serviço público do que já o faz. O pior é que nós é que passamos por culpados disso.



371 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

6 usuário(s) online