POR QUE NÃO VOTAR EM EVANGÉLICO   (01/09/2013)
Cartas
Por: João de Freitas Pereira

Para o bem de todos e felicidade geral da nação, não vote em evangélico. Pois, com base em seu livro sagrado, se adquirirem poder, irão condenar e executar tanto os que não creem quanto os que creem de forma diferente deles.  A vida e a liberdade de muitos está em risco.

 

Nas próximas eleições, ateus, espíritas, budistas, quaisquer religiões não cristás, negros, gays, lésbicas, bissexuais,trans, travestis, psicólogos, filósofos, acadêmicos, cientistas votarão juntos.  Não vote em evangélico, Brasil.

 

A bancada religiosa é a mais ausente, inexpressiva e processada.  Dados do Transparência Brasil: 1) todos os deputados que compõem a bancada evangélica respondem a processos judiciais; 2) 95% da referida bancada estão entre os mais faltosos; 3) 87% da referida bancada estão entre os mais inexpressivos do DIAP; 4) Na última década, não houve sequer um só projeto de expressão, ou capaz de melhorar a realidade do país encabeçado por um parlamentar evangélico.

 

Como já observou Steven Weinberg,
"Com ou sem religião, pessoas boas fazem coisas boas e pessoas más fazem coisas más; mas, para pessoas boas fazerem coisas más, é necessária a religião".
 

Uma pessoa, mesmo de bom caráter, ao ser condicionada pelos mestres religiosos a acreditar que um ser sobrenatural onisciente mandou excluir, condenar e matar pessoas de comportamentos reprovados segundo os ditames da mentalidade primitiva, essa pessoa poderá fazer muitas coisas ruins.

 

Além de não fazer nada pelo bem da nação, os evangélicos só trabalham no sentido acabar com a liberdade de pensamento, de tentar impor a vontade deles ao resto da população e criar obstáculos ao desenvolvimento científico.

 

Exemplo recente da nocividade dos evangélicos no poder é a manutenção do mandato de um deputado condenado por um crime administrativo.  Dez dos setenta e seis parlamentares evangélicos se abstiveram de votar e, como o voto é secreto, provavelmente quase todos eles votaram a favor do colega.

 

Outro risco para o país, além dos entraves criados contra as pesquisas científicas e das tentativas de acabar com a liberdade de pensamento, é eles conseguirem coisas como a bolsa estupro.  Além de conseguirem obrigar as mulheres estupradas a gerar filhos dos estupradores, o custo para o país será alto o suficiente para desequilibrar o já não equilibrado orçamento da União.  Como a fraude é mais regra do que exceção, milhares de mulheres irão se engravidar de namorados, ou de quaisquer bandidos, alegar terem sido estupradas por desconhecidos, custando cada caso duzentos e dezesseis salários mínimos aos cofres públicos.

 

Se adquirirem poder, os evangélicos poderão agir como fez a Igreja Católica na Idade Média. Pois, podendo mudar as leis, eles irão impor a todo mundo tudo que acreditam ser vontade deus.  E, assim como diz a Bíblia que Yavé ordenava aos judeus, eles irão tentar eliminar todos os adeptos de outras religiões, assim como quem não tiver nenhuma.  O simples duvidar do que eles dizem ser a vontade de deus será suficiente para ser condenado.  Aí a expressão "quem não crer será condenado" estará sendo cumprida em detrimento dos direitos humanos.  Liberdade religiosa é coisa abominável para uma religião que alcança poder político. 

Mulher muçulmana é chicoteada em praça pública no Sudão por usar calças
Mulher muçulmana é chicoteada em praça pública no Sudão por usar calças
Wilson Amaral: Já pensou se isso chegar aqui?
Toninho Alves Amaral: Se Malafaia ou Feliciano ou um desses pastores medievais chegarem ao poder não duvido muito disso acontecer.
Freitas Pereira: Cristãos não fazem assim, só porque ainda não conseguiram o poder que os muçulmanos conseguiram no Sudão. A condenação de Sanal Adamaruku por mostrar um engano dos católicos na Índia é um pequeno exemplo da semelhança do Cristianismo com o Islamismo.

 

"As três grandes religiões monoteístas cristianismo, judaísmo e islamismopregam a paz, a tolerância, a compaixão e o amor ao próximo, mas deixaram suas marcas em guerras e banhos de sangue ao longo da história. Para alguns pesquisadores, uma explicação estaria na própria lógica do monoteísmo: se apenas o "meu" Deus é verdadeiro, os "outros" certamente são falsos — e seus seguidores, infiéis. "As religiões são diferentes, mas todas elas exigem a mesma exclusividade", diz o historiador britânico Christopher Catherwood, da Universidade de Cambridge, na Inglaterra".(http://super.abril.com.br/religiao/sangue-nome-deus-619248.shtml)

 

 

Nas eleições, lembre=se, não vamos esquecer este partido! Partido de evangélicos fundamentalistas que pretendem implantar uma teocracia no Brasil! Não vote em nenhum candidato do PSC.

Se você quiser preservar a própria liberdade, não dê poder a evangélico.  Pois eles têm como base, para criar leis, um livro escrito por um povo bárbaro e revoltado que vivia oprimido por dominadores cruéis e pensava em vingança o tempo todo.   Assim como a lei de Moisés mandava matar prostituas, homossexuais, filhos rebeldes, até uma pessoa que trabalhasse em determinado dia da semana; assim como Josias rei de Judá matou e queimou sobre os altares os sacerdotes que cultuavam deuses assírios; assim como a igreja cristã perseguiu, torturou e matou milhares de pessoas que a desobedeceram na Idade Média, se eles adquirirem poder, poderão começar a condenar e executar a todos que contrariarem o que acham ser vontade de seu deus, assim como fazem muçulmanos nos países que dominam e como fez a Igreja Católica quando teve poder até sobre os reis da Europa.

 

Ver mais POLÍTICA BRASILEIRA

 

Ver também  RELACIONAMENTO RELIGIOSO

 



4345 exibições


Avalicações
Excelente: 8
Bom: 1
Regular: 0
Ruim: 8

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

2 usuário(s) online