O QUE É RESPEITAR AS CRENÇAS DOS OUTROS?   (08/09/2015)
Religião
Por: João de Freitas Pereira

O QUE É RESPEITAR AS CRENÇAS DOS OUTROS?

 

Ando lendo muitos textos, alguns até internacionais, comentando sobre a nova percepção do ateísmo que as pessoas andam tendo. O chamado novo ateísmo nada mais é do que ateus que escolheram deixar bem claro que existem e que passam a se denominar como tais ao invés de manter a opinião para si próprios. Mas esse novo ateu também anda recebendo críticas de ser mais agressivo e de não respeitar as crenças das demais pessoas. É sobre isso que eu gostaria de falar.

Primeiramente, vamos analisar como um religioso se comporta na sociedade. Ele vai à igreja, faz amigos nela, publica propagandas a respeito de sua fé com o intuito de chamar mais pessoas à sua igreja, pode falar praticamente à vontade sobre suas crenças em qualquer meio de comunicação e em qualquer evento público.Religiosos fazem isso sem a menor preocupação em ofender as outras pessoas que possam porventura possuir crenças diferentes.

Agora, quando um ateu tenta fazer as mesmas coisas, como criar grupos, fazer amizades, publicar propagandas ou falar livremente o que pensa, este é dito como alguém que não respeita a crença dos religiosos e tais atos encarados como ofensa. Tudo o que o ateu fala é entendido como uma afronta ou uma provocação, não à religião mas aos religiosos.

E quando eu falo tudo, é tudo mesmo. Outdoors ateístas nos outros países trazem as mais variadas mensagens. “Você não precisa de Deus pra ser bom.” “Não se preocupe com Deus e aproveite a vida.” “Milhões de pessoas são boas sem Deus.” Todas frases que são direcionadas aos ateus e aos indecisos, de modo que possa lhes assegurar que há uma opção de pensamento que é a de viver sem acreditar em Deus. Todas elas geraram calorosos protestos por parte dos religiosos, que as tinham como absurdamente ofensivas. Todas elas sofreram algum tipo de pichação, depredação ou censura.

Não tem um dia que se passa sem aparecer por aqui um crente dizendo que vamos queimar no inferno por termos uma opinião tão ofensiva pra ele.

Quer saber de uma coisa? Ofensivo é eu te mandar ir chupar a piroca do Papa! Se você não aguenta ver um ateu se manifestando em qualquer forma, seu crente fedegoso, tem mais é que ficar quieto. A gente já aturou calado o que tinha pra aturar dos religiosos. Não mais.

Quer o respeito dos ateus? Você, como pessoa, consegue. Ateus possuem muito mais amigos religiosos do que ateus, então não é trabalho nenhum pra um ateu respeitar uma pessoa que não pensa como ele. Mas se vier com essa frescura de dizer que “temos que respeitar a religião” então tem mais é que ir pentear macaco.

Eu não tenho respeito por idéias que eu acredito serem imbecis e duvido muito que você respeitaria alguém que acredita em Papai Noel. Então, seu crente malcriado, não vem encher o nosso saco quando dizemos que você acredita em algo inventado porque até alguém mostrar o contrário é isso mesmo que a gente vai continuar pensando. E nós vamos falar isso bem alto pra todo mundo ouvir, porque tenho certeza que tem gente que fica só esperando essa informação sair da boca de alguém para assumir o ateísmo.

Aí tem gente que vem e diz “mas vocês ficam ‘convocando’ pessoas!” E a religião faz o quê? Aqueles outdoors, frases de caminhão e adesivos de carros falando pra ir na igreja ou ameaçando do inferno se não aceitar Jesus Cristo não é convocar? Quem disse que não podemos convocar pessoas? Qual é o problema de ter mais ateus no mundo? Mais ateus é menos padres pedófilos e menos pessoas pegando Hepatite A nas missas. Motivos bons o suficiente pra mim. Somos muito diferente das religiões, mas queremos sim que as pessoas pensem em abandonar as religiões. Não há nada de errado com isso!

“Religião é importante pras pessoas!” É um problema seu se você precisa de religião. Eu não preciso. E seria importante pra quê, hein? Tá aí uma coisa que ninguém nunca conseguiu me explicar. A religião inventa o pecado e depois inventa que precisamos nos livrar dele indo na igreja. Elimine religião e você tem uma vida muito mais simples e que faz muito mais sentido do que pagar por crimes cometidos pelos antepassados e expiação de Deus para remover uma maldição que o próprio Deus colocou nas pessoas.

Já ouvi gente com a petulância de dizer que pessoas ignorantes precisam de religião para não saírem por aí matando as pessoas. Lorota! Isso é subestimar as pessoas. Um pouquinho de educação e mostrar que ser bom é algo bom ao invés de ser algo pra não tostar no inferno já é suficiente para fazer uma pessoa ser muito mais moral que a maioria dos religiosos. E religião nunca foi um refreio moral pra ninguém: pergunta pras vítimas de padres pedófilos o que elas acham disso. Aliás, é provável que tenha mais padres pedófilos do que habitantes na Bahia, pra ver como a coisa tá feia.

Se você acha que é Deus que te impede de sair matando as pessoas, eu tenho algumas coisinhas pra te ensinar sobre o que é ser uma pessoa de bem.

O engraçado é que tem gente que vem e diz “eu sou ateu mas acho que a gente tem que pegar mais leve e respeitar as religiões.” Se quer voltar pro armário então volta! Ninguém precisa saber que você acredita que religião é lorota se você não quiser. Pode até usar o termo “agnóstico” pra se esquivar de ter que dizer que é ateu. Só não pense por um minuto que os religiosos em geral vão te respeitar, porque isso não vai acontecer.

Um dos comentários recebidos no site foi mais longe. Uma suposta atéia disse que nós devemos respeitar tanto os religiosos que não nos é permitido fazer quaisquer críticas! Isso é estúpido!

Bom, basicamente é isso. Ateus querem ter o direito de se manifestar bem como os religiosos mas não tem. Ateus não podem falar que acham que religião é lorota porque o povo leva pro lado pessoal ou acham isso desrespeitoso.

Mas eu vou te dizer o que eu vejo quando um crente reclama do “proselitismo ateu”. Eu vejo um cara que tá perdendo a fé e tá se cagando de medo de estar errado, e que por isso precisa provar para si próprio e mostrar para seus amigos o quanto ainda é religioso. Afinal, por que outro motivo senão a falta de fé um religioso iria se preocupar com o que um ateu pensa?

Nós vemos mais e mais os ateus indo a público e botando a voz pra fora. E isso tem sido incrivelmente benéfico para todos os ateus, agnósticos e livre pensadores do mundo. Foi-se o tempo onde as igrejas tinham o escudo polido do respeito. Agora ele tá bem amassado e sujo de tanto a gente dar porrada nele. Tem rachaduras enormes e dá pra ver um monte de coisas que antes estavam escondidas. Se não ficarmos calados feito pamonhas, vamos acabar com a palhaçada e botá-la em seu lugar: nos livros de mitologia antiga. (Ateus do Brasil)



652 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

3 usuário(s) online