PSEX - Garotas de programa da 

Grande Belo Horizonte - acompanhantes vip de BH - 

loiras, morenas, mulatas, ruivas, orientais. etc.

GPGBH - Garotas de programa da 

Grande Belo Horizonte - acompanhantes vip de BH - 

loiras, morenas, mulatas, ruivas, orientais. etc.

GPGBH - Garotas de programa da 

Grande Belo Horizonte - acompanhantes vip de BH - 

loiras, morenas, mulatas, ruivas, orientais. etc.

NOSSAS DIFERENÇAS   (04/03/2013)
Eróticos
Por: João de Freitas Pereira


 

Hoje já se explica cientificamente como o condicionamento biológico de milhares de anos estabeleceu certas diferenças bem nítidas entre os homens e mulheres. Compreender essas diferenças pode ajudar no relacionamento.

Deixando de lado as exceções, atendo-nos ao que predomina entre a maioria, no que respeita ao convívio sexual,
*O homem faz sexo; a mulher faz amor;
*O homem gosta de ver; a mulher gosta de ouvir;
*O homem gosta do concreto; a mulher gosta do imaginário;
*A mulher valoriza mais a embalagem; o homem valoriza mais o conteúdo;
*A mulher imagina o homem vestido; o homem imagina a mulher nua;
*O homem se sente bem fazendo sexo em silêncio; mas a mulher, com sua maior habilidade de fazer várias coisas simultaneamente, gosta de fazer amor falando e ouvindo muitas coisas, ainda que saiba serem mentiras.

Muitas mulheres poderão dizer: eu não penso assim, bem como vários homens; mas, como já esclarecido de início, não estou incluindo as exceções; falo do que predomina no universo mental masculino e no feminino.

Não estou afirmando aqui que palavras não tenham efeito sobre o sexo masculino, nem que não demos qualquer valor aos outros aspectos supervalorizados pelas mulheres. Apenas enfatizo que, entre o dizer e o fazer, optamos pelo último.

O homem, em geral, faz sexo pelo prazer proporcionado pelo contato físico com a mulher, enquanto esta está mais ligada ao fator emocional. O homem se excita mais com o que vê e o que toca, ao passo que a mulher se estimula mais pelo que ouve.

Para nós, olhar para uma boca carnuda, seios firmes, cintura fina, bumbum empinado, pernas bem proporcionadas e sentir o contato dos lábios femininos e um apertado abraço é uma coisa tão gratificante, que nem conseguimos nos lembrar da roupa da mulher. Parece que sempre vemos a mulher nua. Já a fêmea humana parece, muito antes de pensar em um físico atlético, imaginar uma roupa bonita, da última moda, a cobrir o corpo masculino, valorizando mais a embalagem do que o conteúdo. Perante as mulheres, um indivíduo feio fisicamente mas bem vestido poderá ser preferido a um bonito e mal vestido. Já para nós, não há roupa que faça o milagre de nos levar a trocar uma mulher de corpo escultural por uma fisicamente mal dotada.

O homem, às vezes, se sente desconcentrado se tiver que ficar falando no momento de uma relação sexual, o oposto da mulher, que, em geral, quer falar e ouvir muita coisa naquele momento, mesmo que sejam frases estereotipadas despidas de sentimento, e tem maior prazer nas palavras que ouve do que no contato dos órgãos genitais. O cérebro masculino tende a concentrar-se em uma só atividade, ao contrário do feminino, que é capaz de se ocupar de várias coisas ao mesmo tempo, o que coloca o homem em desvantagem nesse momento junto de uma mulher muito exigente, a qual geralmente não entende essa diferença, podendo surgir daí insatisfações mútuas. A compreensão dessas peculiaridades por ambas as partes poderá ajudar o relacionamento.



983 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


VEJA OUTROS TEXTOS DESSE AUTOR
RECEBA AVISOS SEMPRE QUANDO ESSE AUTOR PUBLICAR NOVOS TEXTOS, CLIQUE AQUI