FERIADO É UMA MARAVILHA   (15/02/2020)
Economia e Política
Por: João de Freitas Pereira

 

Feriado é uma maravilha, e a equipe econômica não sabe.   Foi essa a minha conclusão.  Pois feriado, em vez de trazer um prejuízo, considerando a economia geral, traz um bom lucro.

 

Vez ou outra, lei que determinado ano terá mais feriados e trará alguns bilhões de prejuízo ao comércio.  Entretanto, na minha análise de raciocínio lógico, não vejo esse prejuízo, vendo o contrário, lucro.

 

Para uma conta bem simples, que todos podem entender, vou criar alguns exemplo com valores bem redondos, para ao final mostrar com mais clareza a vantagem do feriado.

 

João tem um restaurante no shopping.

José tem um mercado.

Antônio tem uma farmácia.

Pedro tem um carrinho de guleimas que vende no parque.

Francisco tem uma loja de calçados.

Cornélio tem uma empresa de ônibus.

Gastão é um trabalhador que come no restaurante do João no feriado, compra os alimentos que consome em casa só no mercado do José, compra medicamentos na farmácia do Antônio, leva seus filhos ao parque todos os feriados e compra do Pedro, todo ano compra um par de calçados na loja do Francisco e cinco vezes por semana toma o ônibus da empresa do Cornélio para ir ao trabalho.

 

Agora vamos pensar na economia, que, simplificando, gira em torno dessas sete pessoas.  Quem ganha e quem perde? 

 

Suponhamos que em 2019 tenha tido cinco feriados que ocorreram durante a semana, e 2020 terá dez feriados que ocorrem durante a semana.

 

João - Este está feliz em 2020, porque Gastão gasta R$50,00 em seu restaurante no feriado, e, como em 2020 vai ter o dobro de feriado, gastão vai gastar 250,00 a mais eu seu restaurante do que gastou no ano passado.  O excesso de feriado é maravilho para o João.

 

José - Como gastão só gasta arroz comprado no mercado de José, e gasta um quilo de arroz por dia, ele gasta 365 quilos de arroz por ano no mercado de José, haja feriado ou não.  Ah, você pode questionar que em 2020, por comer no restaurante do João, o Gastão irá comprar 5 quilos a menos de arroz do José.  Mas o João vai comprar de José esses 5 quilos de arroz que o Gastão e a família vai consumir a mais em seus restaurante, deixando a venda de arroz do José inalterada. Então, José não perderá nada; só terá uma boa economia em vales-transporte de seus funcionários com 5 dias a menos de trabalho no ano.  Então, José terá lucro em 2020.

 

Antônio -  Como o Gastão toma muita cerveja no feriado, o que traz mais um lucro para o mercado de José quando há mais feriado, ele gasta no dia seguinte R$20,00 de medicamentos na farmácia do Antônio para curar a ressaca.  Em 2020, Antônio venderá R$100,00 a mais para o Gastão, ficando no lucro, além da economia em vales-transporte de seus funcionários.  Antônio também pode ficar feliz com os 5 feriados a mais em 2020, pois terá lucro.

 

Pedro -  Como no feriado o parque fica muito mais cheio do que durante a semana, Pedro vende muito mais, porque Gastão só tem tempo de  levar seus filhos ao parte no feriado.  Com cinco feriados a mais, Pedro também tem um bom lucro.

 

Francisco - A loja do Francisco vende um par de calçados para o Gastão por ano, tenha poucos ou muitos feriados.  Então Francisco não perde nada em 2020 por haver mais feriados que em 2019.  Mas Francisco também economiza um bocado em vales-transporte de seus funcionários, que irão trabalhar cinco dias a menos, embora suas vendas não sofram influência do feriado, porque gastão gasta um par de calçado por ano independentemente de ter poucos ou muitos feriados.  E são milhares de gastões que gastam com calçados comprados nas lojas dos franciscos.

 

Cornélio - Este, sim, não está satisfeito com o excesso de feriados em 2020.  Pois Gastão gastará na sua empresa cinco dias a menos neste ano indo para o trabalho.  Mas Cornélio não lembrou que o Gastão vai pegar o ônibus de sua empresa para ir ao restaurante do João, e sua empresa não ficará prejudicada pelo feriado. 

 

Gastão também terá um gasto bem maior por causa dos feriados, mas não está infeliz, porque terá cinco dias a mais para lazer.

 

Agora, imaginemos a economia como um todo.  Os milhões de gastões darão milhões de lucro para os joões, os josés, os antônios, os pedros, os franciscos, e nem os cornélios ficarão no prejuízo.   Simplificando a economia em torno dessas seis pessoas, os feriados de 2020 não reduzirão bilhões na economia como dizem os tais estudiosos, mas, ao contrário, movimentarão bilhões a mais, e o Bolsonaro, o Zema, o Kalil, etc. podem ficar feliz, porque, de alguma forma, haverá algum aumento na arrecadação de tributos ocasionado pelo excesso de feriado, pois os gastões despejarão muito mais dinheiro no comércio em 2020.

 

Ver mais POLÍTICA E ECONOMIA



294 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

9 usuário(s) online