CONTRA-FERFORMA   (25/03/2016)
Humor
Por: João de Freitas Pereira

CONTRA-FERFORMA
(Millôr Fernandes)

"Esses comunistas, que depois viraram socialistas (antigamente isso era um progresso), que depois viraram neoliberais (que eu preciso que alguém me explique o que são), que vieram pra reformar, portanto são reformistas. Mas acham que são mais, vão reformar as reformas anteriores e farão a reformulação de sua reforma, isto é, uma reforma permanente. Portanto são conservadores. 

REFORMA CULTURAL 
Plano já pronto pra entrar em execução. Trata-se de um sincretismo da cultura de elite com a do crioulo doido. Adiada apenas até que o ministro da Cultura possa distinguir entre Mondrian e Chico Caruso e entre Brecht e o Planeta e Casseta. 

REFORMA TRIBUTÁRIA 
Completamente pronta e detalhada. Adiada por mais alguns meses devido a pequenos erros de revisão e à possibilidade de eliminação de dezesseis zeros nos totais, passando os mesmos zeros pra licitações várias. 

REFORMA ENERGÉTICA 
Os projetos pra aproveitamento da energia solar do Nordeste foram sustados devido à recente incidência de enchentes nas regiões em que se ia aproveitar o sol. 

REFORMA AGRÁRIA 
Em curso aqui e ali, prejudicada apenas por divergência entre o ministro da área rural e o ministro planaltal. Um defende o gênero humano, mas o outro não abre mão do Genaro Hermano. E enquanto um está com a pulga entre as pernas o outro fica com o rabo atrás da orelha. 

REFORMA ANIMAL 
Em suspenso devido à não aprovação da produção genética de leite fosforescente e de ovos quadrados. Os ministros da área que favorecem os gatos divergem muito dos da área que favorecem os cães. E brigam como uns e outros. 

REFORMA DAS COMUNICAÇÕES 
Depois de detalhados estudos sobre por que os aparelhos dão sinal de ocupado, ruídos de discar e expressões como "Que número o senhor discou?" e "Consulte a lista telefônica, por favor", apesar de esta nem existir mais, o governo promete resolver o problema assim que completar a chamada. 

REFORMA METEOROLÓGICA
Parada porque os delegados do Sul não conseguiram chegar a acordo com os delegados do Norte sobre a definição de bom tempo. Os do Norte teimam em afirmar que Bom Tempo é um tremendo toró. 

NOSTALGIA 
Houve um tempo em que, ao anoitecer, as pessoas sentavam em cadeiras na calçada e conversavam. Depois botaram as cadeiras na frente da televisão, os automóveis na calçada e nunca mais conversaram.

 



323 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

2 usuário(s) online