A VERGONHA DE RUI BARBOSA   (20/03/2013)
Crônicas
Por: João de Freitas Pereira

Entrevistado no Senado Federal em 1914, Rui Barbosa, a certa pergunta, respondeu:

"De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus,
o homem chega a

desanimar da virtude,
a rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto
".

(Rui Barbosa, Obras Completas, v. 41, t. 3, 1914, p. 86).

Recentemente, estávamos falando sobre o grande talento do famoso jurista, literato e político baiano,
meu colega cearense
me disse não ter qualquer dúvida quanto ao talento jurídico e literário do grande Rui;
MAS,
como político, segundo ouvira falar,
o famoso “Águia de Haia” era safado que só ele!

Considerando a informação do colega, eu concluí:

Se isso for verdade, ele devia ter “vergonha de ser honesto”.



809 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

3 usuário(s) online