A VERDADE ESTÁ AQUI?   (10/04/2014)
Economia e Política
Por: João de Freitas Pereira

 Escrito em 03/01/2003 -

É verdade? Está aí mesmo? Analisando um pouquinho, sou obrigado a discordar.

Hoje, 3 de janeiro de 2003, encontrei um artigo intitulado “A VERDADE ESTÁ AQUI”. Como sempre desconfiei da palavra “verdade”, resolvi ler um pouco. Embora não estivesse trabalhando, achava-me um pouco sem tempo, ante o quanto estava pensando escrever neste dia; pelo que não li o artigo inteiro, deixando-o para depois. Entretanto, decidi analisar um dado mais facilmente mensurável, o salário mínimo; porque isso me parecia muito estranho.

O artigo diz: “O salário mínimo quando FHC tomou posse era de U$30 hoje é de U$76”.

No momento, na página do UAI, o dólar estava a R$3,350 para compra e R$3,353 para venda, e o salário mínimo (R$200,00) de aproximadamente US56,00. Verificando no Portal Brasil, constatei que uma portaria em 1º/01/94, ano em que FHC tomou posse pela primeira vez, estabelecia um salário mínimo de CR$32.882,00. Passando para a cotação do dólar, encontrei-o a CR$331,25. Isso significa um salário mínimo de aproximadamente 99 dólares, não 30.

Após tal constatação, não quis tomar tempo com aqueles outros dados que um diz estar lá em baixo e outro diz estar lá em cima e não temos como aferir com precisão a realidade.

Uma coisa que não tenho como não perceber é que, se hoje eu estivesse exercendo o mesmo cargo que exercia em 1994, eu estaria ganhando menos de 50% daquela época em termos de salário mínimo, além de hoje gastar muito mais salários mínimos para pagar todos os serviços que me são imprescindíveis. Enquanto em 1985 eu estava residindo em uma casa cujo aluguel era aproximadamente 20% de um salário mínimo, hoje o condomínio do meu apartamento custa mais de 1,5 salário mínimo. É claro que não se compara um imóvel com o outro, mas a casa onde eu residia, se alugada hoje, deveria estar custando pelo menos bem mais de um salário mínimo. E as escolas? Em 2002 eu paguei para minha filha R$325,00 por mês no colégio de primeiro grau e deverei pagar um pouco mais agora; e o salário mínimo (R$200,00) deveria ser suficiente para custear as “necessidades vitais básicas ... como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social” (CF/88, art. 7º, V). E, como oficial de justiça, só vejo os bancos ganharem muito dinheiro, as empresas quebrarem e o desemprego atingir níveis nunca antes vistos. Nunca houve tanta falência em qualquer outra fase da nossa história (próximo de trinta e sete mil entre 1994 e 2001, segundo noticiado no jornal O Estado de Minas). Quanto à carga tributária que se agravou sobre todos nós trabalhadores, veja “O GOVERNO QUE VOCÊ ESCOLHEU É BOM?”.

Onde está a verdade? O que é “a verdade?” Acabou-se a inflação ou o nosso dinheiro? Você se lembra do valor de uma mensalidade escolar em 1993? Em 1986 pagar uma faculdade não era difícil. Hoje é fácil? Gostaria muito que o presidente atual cumprisse a metade do que prometia há algum tempo. Mas, na verdade, fico em dúvida sobre onde está e o que é a verdade.

..........................

 

2014.   Não era verdade o que dizia o artigo, e o governo sucessor passou a fazer muito do que condenava do anterior, e continuamos sempre pagando mais do que recebendo.

 



577 exibições


Avalicações
Excelente: 0
Bom: 0
Regular: 0
Ruim: 0

AVALIE ESSE TEXTO


Você gosta de escrever? Quer um espaço para divulgar suas ideias sem pagar provedor?  Clique em crie sua conta, faça seu cadastro e comece a escrever.  Não lhe custará nada, e você poderá estar contribuindo na defesa de um pensamento.

1 usuário(s) online